Paleozóico

Desde há 542 até 251 M.a. atrás.

A palavra Paleozóico vem do grego Paleo = antigo e Zoos = animais. Assim, esta é a Era dos animais antigos.

De facto o início desta Era é marcado pelo aparecimento de uma inovação nos animais: um revestimento esquelético externo que os protegia das agressões externas e lhes permitia crescer em tamanho e complexificar.
Além disso, a camada de ozono já estava formada, o que permitia aos seres vivos conquistar os continentes em segurança.

Verificou-se assim uma grande explosão de vida.

Nos mares, as trilobites são extremamente abundantes. Depois delas formam-se os primeiros peixes, que ao longo desta Era geológica conheceram uma evolução muito grande.

.
Entretanto as plantas começam a conquistar os continentes. Com elas, foram os primeiros anfíbios, insetos e répteis. No Carbonífero, os continentes estão cobertos por extensas florestas que viriam a dar origem às jazidas de carvão fóssil que hoje utilizamos. Em terra, são os répteis que começam a dominar.

.
Contudo, no final desta Era ocorre talvez a maior extinção em massa registada. 90% das espécies marinhas desaparecem, entre elas as trilobites (que passam a ser consideradas como o fóssil de idade representativo do Paleozóico) bem como 70% das espécies terrestres.

Voltar para o Prê-Câmbrico

Seguir para o Mesozóico

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *