O Grand Canyon – um vale escavado pelo rio

A figura seguinte mostra-te uma paisagem muito famosa onde a estratificação é bem visível: o Grand Canyon, que fica nos Estados Unidos. Este vale é muito profundo e foi “escavado” pelo rio Colorado (que atravessa o estado do Utah) ao longo de cerca de dois biliões de anos.

O vale do rio tem cerca de 416 km. Inicialmente, este vale não existia. Foi a passagem do rio que foi meteorizando e erodindo a rocha, escavando o vale por onde passa actualmente. Em alguns sítios, o vale chega a ter 1600 metros de profundidade!  A fotografia aérea ajuda a perceber melhor como é que o vale foi formado.

As rochas sedimentares são muito importantes porque reflectem as condições que a Terra apresenta na altura em que se formaram. Além disso, também são o ambiente propício para se formarem fósseis (lembras-te que uma condição importante para a fossilização era o enterramento –  e a separação do organismo do oxigénio para que não se decomponha). O facto de o rio ter escavado o vale expôs as camadas mais profundas, bem como toda a informação que nos podem fornecer.

Este local é hoje um grande livro que pode ajudar os cientistas a saber como é que a Terra evoluiu nos últimos dois biliões de anos.

Leave a reply